Sem Portfólio?

Uma barreira a ser vencida ou superada? é isso que você precisa decidir quando te dizem … mas você tem portfólio?

 

Quem nunca foi atras de um job e pulou fora quando uma das condições para se aceitar propostas era se ter um portfólio? Eu já pulei de várias e o que eu ganhei com isso? NADA… Pelo contrário, só somei oportunidades perdidas de ganhar experiência e uma remuneração pelo trabalho que eu não fiz.

Mas a pergunta que eu quero fazer a você que esta lendo este texto é como você vai ter um portfólio se ninguém te dá uma oportunidade de trabalhar? e se este é seu pensamento eu digo a você que faz todo sentido, porque provavelmente nem você se dá uma oportunidade… ficou confuso? então calma, quero te trazer uma luz e mostrar uma alternativa e não te frustrar.

Bom vamos lá, vou te contar um pouco do que eu já fiz e tentei empreender até o momento que escrevo este texto a você. Eu já empreendi em muitas coisas, muitas porque foram mais de uma então, sim, já tentei algumas vezes e foram:

  • Tive minha estamparia por 01 ano;
  • Tive algumas emissoras de Rádio Web;
  • Designer Gráfico
  • Fui fotógrafo;
  • Barbeiro Domiciliar;
  • Editor de áudio e vídeo;

Essas foram algumas coisas que decidi trabalhar como freelancer e ser um empresário e o importante de tudo isso é que em nenhuma delas eu tive alguém pra me colocar em algo realmente grande e efetivo sem ter uma experiência de verdade e pra ter essa experiência eu pensei… ” se ninguém me dá oportunidade de prestar serviço, eu mesmo vou criar meus serviços e mostrar a eles”, e foi isso que fiz em cada oportunidade que tive.

A questão aqui não é focar no que deu certo e o que não deu, mas a questão é porque você não começa por você? no meu caso como você pode observar, tentei e tento muitos caminhos alternativos e a maioria trilha pelo mesmo caminho, outros nem tanto mas eu preciso fazer, criar meu produto, criar meu portfólio.

Você diz : ” Ninguém me dá uma oportunidade”… ótimo, faça você essa oportunidade acontecer!

Comece pelo que você tem e não tenha vergonha de mostrar as pessoas. Estamos na era do digital, da internet onde através das redes sociais ( mesmo com os algorítimos não trabalhando pra isso) você consegue mostrar seu trabalho aqueles mais próximos. A melhor propaganda que você pode ter é o boca a boca, sim é isso mesmo que você leu, o “boca a boca”. Uma boa indicação pode garantir no mínimo uma oportunidade de conversa, conseguindo isso você estará na frente do seu concorrente, não fazendo isso você estará sempre atrás dele, ai eu te pergunto, aonde você quer estar?

Eu não escrevo este texto pra quem não tem maturidade pra lidar com isso. A vida adulta não da moleza pra ninguém, infelizmente eu aprendi isso muito tarde. Muitas vezes esperava que as pessoas fizessem algo por mim (e algumas até fizeram) mas eu entendi que tudo depende de mim, eu preciso acreditar em primeiro lugar e quando eu acredito eu trabalho duro, posso ter falhas e não fechar negócios, mas eu não posso desistir, em algum momento eu vou conseguir e eu quero que você acredite também em você, porque eu sei que você também vai conseguir!

Bom e o que eu fiz e faço até hoje? em todas as oportunidades que listei acima eu criei meus próprios portfólios. Se você se perguntou ( ou não) como eu vou dizer o que fiz em cada uma delas:

  • Com a estamparia eu desenhei e estampei as camisetas para a igreja que eu frequentava e para meu grupo de rap, e assim fui mostrando meu trabalho e conseguindo clientes;
  • Na rádio web, comecei estudando rádio e como naõ me davam oportunidades após o curso, montei minha rádio web, cresci profissionalmente, começaram a aparecer trabalhos de locução e edição de áudio. Hoje trabalho mais com edição do que locução porque foi a área que eu gostei mais e isso me abriu oportunidades de montar outras rádios pela internet para clientes;
  • Como designer gráfico aprendi a lidar com softwares como Corel Draw, Illustraitor e Photoshop possibilitando vender artes para diversos clientes . Eu comecei fazendo os meus cartões de visitas, banners dos eventos de rap que fazia e da minha igreja e pronto, os clientes apareceram;
  • Como  fotógrafo comecei fotografando minha esposa na Avenida Paulista e postando no Instagram, fiz algumas permutas e depois começaram a aparecer trabalhos em eventos sociais, corporativos e eventos públicos;
  • Como barbeiro, comecei cortando o cabelo do meu pai e de alguns vizinhos, depois comecei a ser pago para cortar cabelo dos vizinhos onde moro também
  • Editor de áudio e vídeo começou lá quando comecei a gravar meus raps, depois pelas produções para minha radio web e depois veio a fotografia me levando a aprender também sobre vídeos;

Tudo isso que você acabou de ler eu comecei fazendo meus próprios portfólios e a partir daí as coisas começaram a acontecer, não foi fácil mas aconteceu e posso te garantir, se você persistir e não desistir você vai achar seu nicho de clientes e vai conseguir crescer, melhorar seus resultados com cada experiência e chegar aonde você quer, seja trabalhar para alguém ou ser você seu próprio patrão.

Então faça isso, deixe o “mi-mi-mi” de lado e vai pra cima, crie suas oportunidades, não desista no primeiro “não” que você receber sabe por quê? ele não será o ultimo então se hoje você ganhou um não, continue trabalhando para conseguir o primeiro ou o próximo sim e depois mais um sim e depois mais um sim e por ai vai.

Seja você seu primeiro cliente, acredite em você, desta forma você não vai temer o não, pelo contrário, terá argumentos, base, experiências e resultados para garantir ao seu cliente o resultado que ele precisa e quer uma sugestão a mais? faça sempre algo a mais, esteja sempre um passo a frente, surpreenda de forma positiva e construtiva… SEMPRE!

Um grande abraço,

 

Tiago Augusto

Radialista, Fotógrafo, Videomaker e Podcaster.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: